segunda-feira, 19 de março de 2012

O Artista

Este fim de semana tive a oportunidade de assistir ao filme "O Artista" do diretor Michel Hazanavicius. Em meio de tantos lançamentos em 3D, com efeitos mirabolantes e muitas vezes com um roteiro fraco, muitas vezes remake de algum sucesso. "O Artista" inova ao apresentar um filme "velho", mudo e em preto e branco, com uma trilha sonora maravilhosa e muito drama, comédia e romance.
Década de 20... George Valentin é um grande ator do cinema mudo, tem uma bela casa, mulher, um empregado fiel e um cão, sua paixão. O homem é orgulhoso e adora a própria imagem, tem total confiança no que faz. Em um dos lançamentos de seus filmes conhece Peppy Miller, garota bonita, simpática e aspirante a atriz. O destino dos dois se esbarra ao acaso, ligados não só pela paixão do cinema, logo suas sortes são trocadas com o fim do cinema mudo, onde ela se torna a grande estrela e ele... o fracassado. George passa por um conflito muito grande ao se deparar com o outro lado da moeda, onde ele não é nada.
A luta contra seu orgulho é intensa, ele se nega a fazer parte do mundo dos filmes falados. Além do filme contar a história do cinema, fazendo uma homenagem à era do cinema mudo, ele é repleto de simbolismos, sacadas imperdíveis, e de muita sensibilidade. As expressões faciais são impagáveis. Enfim, um filme para aqueles que realmente gostam de cinema.

5 comentários:

  1. Karla, estou doida para assistir este filme.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. só ouço falarem bem desse filme, to a fim de ver

    ResponderExcluir
  3. tambem quero assistir
    boa terça, beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Oiii
    Ainda não tive a oportunidade de assistir a esse filme,mais fiquei fascinada com a história!

    paginasempreto.blogspot.com

    Beijos

    ResponderExcluir